Climatério / Menopausa

Após anos de transformação no corpo da mulher, é preciso entender que o climatério e a menopausa são uma fase normal da vida.

Quando a mulher chega na menopausa, que é em torno de 50 anos, restam ainda 30 anos de vida ou seja 1/3 de sua vida irá transcorrer nesta nova fase. Para poder desfrutar desta maior longevidade, você deve começar a se cuidar desde já.

O Climatério/Menopausa pode ser algo desanimador, mas quando se é tratado com a terapia de reposição hormonal, dieta alimentar equilibrada e exercícios físicos podem contribuir na melhora de sua qualidade de vida.

Após anos de transformação no corpo da mulher, é preciso entender que o climatério e a menopausa são uma fase normal da vida.

Quando a mulher chega na menopausa, que é em torno de 50 anos, restam ainda 30 anos de vida ou seja 1/3 de sua vida irá transcorrer nesta nova fase. Para poder desfrutar desta maior longevidade, você deve começar a se cuidar desde já.

O Climatério/Menopausa pode ser algo desanimador, mas quando se é tratado com a terapia de reposição hormonal, dieta alimentar equilibrada e exercícios físicos podem contribuir na melhora de sua qualidade de vida.

O que é?

O que é?

O climatério é o processo do término da menstruação e, consequentemente, fertilidade da mulher. Normalmente ele acontece entre os quarenta e cinquenta anos, que é quando a produção de hormônios tem uma queda brusca. A menopausa é a última menstruação da mulher, por isso a confusão dos termos é comum.

Apesar de apresentar alguns sintomas “negativos”, o climatério é um processo biológico natural e pode ser encarado com saúde e equilíbrio físico e emocional. Para isso é recomendado que as mulheres passem pelo acompanhamento de um ginecologista.

Quais são os sintomas da menopausa?

Algum tempo antes da menopausa acontecer, o corpo da mulher apresenta alguns sintomas que acontecem por conta da diminuição da produção dos hormônios pelos ovários.

A irregularidade menstrual é um dos principais sintomas da menopausa. Mesmo com o uso de medicamentos que regulam a menstruação – como pílulas anticoncepcionais – ela tende a atrasar e diminuir sua frequência. Ainda assim, em casos onde não há prevenção da gravidez, é possível sim engravidar, já que os ovários ainda produzem hormônios.

A atrofia vaginal também pode ser um dos sintomas, então a mulher pode sentir a vagina mais “seca”.

Insônia, ondas de calor e alterações de humor também podem afetar as mulheres no climatério em diferentes níveis. O ganho de peso é notado em muitos casos.

Em casos mais específicos pode haver alteração do formato das mamas e queda de cabelo e pele seca.

Como o Ginecologista pode ajudar?

O climatério pode exigir cuidados especiais, então é importante que o Ginecologista seja procurado para cuidados preventivos e tratamentos precoces. Alguns exames também são necessários para garantir que a saúde não será prejudicada (exemplo: colonoscopia, mamografia, função tireoidiana, perfil lipídico etc).

Além disso, os sintomas que se apresentam nessa época podem ser aliviados com tratamentos específicos – reposição hormonal, por exemplo. Cremes e procedimentos para aliviar a atrofia vaginal também podem ser receitados.

Quando é descoberto o diagnóstico?

Não existe uma data certa para a menopausa acontecer, porém existe um indicativo para saber se a mulher está no climatério. O principal sintoma é a escassez da menstruação.

Em algumas mulheres, a menstruação vai se espaçando com um intervalo cada vez maior, até parar. Em outras, cessa de uma vez. Se a mulher toma pílula, pondera ele, o diagnóstico é mais difícil.

Já alguns tipos de DIU com progesterona também dificultam o diagnóstico, porque suspendem artificialmente a menstruação.

Exames

Para detectar o início da menopausa, o exame clínico, em certos casos, é mais preciso, assim como o exame manual das mamas em relação à mamografia. Além disso, o médico poderá solicitar exames complementares.

Os exames mais pedidos são a mamografia, a ultrassonografia e o papanicolau. Para ajudar na detecção precoce de doenças, o ginecologista pode pedir ultrassom transvaginal e exames de sangue.

Quais são os sintomas da menopausa?

Algum tempo antes da menopausa acontecer, o corpo da mulher apresenta alguns sintomas que acontecem por conta da diminuição da produção dos hormônios pelos ovários.

A irregularidade menstrual é um dos principais sintomas da menopausa. Mesmo com o uso de medicamentos que regulam a menstruação – como pílulas anticoncepcionais – ela tende a atrasar e diminuir sua frequência. Ainda assim, em casos onde não há prevenção da gravidez, é possível sim engravidar, já que os ovários ainda produzem hormônios.

A atrofia vaginal também pode ser um dos sintomas, então a mulher pode sentir a vagina mais “seca”.

Insônia, ondas de calor e alterações de humor também podem afetar as mulheres no climatério em diferentes níveis. O ganho de peso é notado em muitos casos.

Em casos mais específicos pode haver alteração do formato das mamas e queda de cabelo e pele seca.


0/5


(0 Reviews)

Como o Ginecologista pode ajudar?

O climatério pode exigir cuidados especiais, então é importante que o Ginecologista seja procurado para cuidados preventivos e tratamentos precoces. Alguns exames também são necessários para garantir que a saúde não será prejudicada (exemplo: colonoscopia, mamografia, função tireoidiana, perfil lipídico etc).

Além disso, os sintomas que se apresentam nessa época podem ser aliviados com tratamentos específicos – reposição hormonal, por exemplo. Cremes e procedimentos para aliviar a atrofia vaginal também podem ser receitados.


0/5


(0 Reviews)

Quando é descoberto o diagnóstico?

Não existe uma data certa para a menopausa acontecer, porém existe um indicativo para saber se a mulher está no climatério. O principal sintoma é a escassez da menstruação.

Em algumas mulheres, a menstruação vai se espaçando com um intervalo cada vez maior, até parar. Em outras, cessa de uma vez. Se a mulher toma pílula, pondera ele, o diagnóstico é mais difícil.

Já alguns tipos de DIU com progesterona também dificultam o diagnóstico, porque suspendem artificialmente a menstruação.


0/5


(0 Reviews)

Exames

Para detectar o início da menopausa, o exame clínico, em certos casos, é mais preciso, assim como o exame manual das mamas em relação à mamografia. Além disso, o médico poderá solicitar exames complementares.

Os exames mais pedidos são a mamografia, a ultrassonografia e o papanicolau. Para ajudar na detecção precoce de doenças, o ginecologista pode pedir ultrassom transvaginal e exames de sangue.


0/5


(0 Reviews)

Tratamentos e Cuidados

Um dos métodos mais eficazes é a terapia de reposição hormonal. Ela traz de volta ao organismo os hormônios estrogênio e progesterona, que ameniza ou reverte os sintomas da menopausa, tais como ondas de calor, depressão, ressecamento vaginal, falta de libido, entre outros.

O tratamento é feito por meio de comprimidos, adesivos ou géis que repõem o estrogênio. Os medicamentos mais recomendados são comprimidos para consumo diário, que contêm progesterona e hormônio esteroide feminino para proteger o útero.

Outro método utilizado é o uso da pílula anticoncepcional, no qual a mulher toma por três semanas e faz um intervalo de sete dias.


0/5


(0 Reviews)

Tratamentos e Cuidados

Um dos métodos mais eficazes é a terapia de reposição hormonal. Ela traz de volta ao organismo os hormônios estrogênio e progesterona, que ameniza ou reverte os sintomas da menopausa, tais como ondas de calor, depressão, ressecamento vaginal, falta de libido, entre outros.

O tratamento é feito por meio de comprimidos, adesivos ou géis que repõem o estrogênio. Os medicamentos mais recomendados são comprimidos para consumo diário, que contêm progesterona e hormônio esteroide feminino para proteger o útero.

Outro método utilizado é o uso da pílula anticoncepcional, no qual a mulher toma por três semanas e faz um intervalo de sete dias.

FAQ

A reposição hormonal é obrigatória para todas as mulheres?

Mito. A terapia de reposição hormonal (TRH) é indicada para mulheres que têm sintomas relacionados à falta de estrogênio, como ondas de calor, sudorese noturna, secura vaginal, insônia e etc. Outra vantagem do tratamento é a prevenção da osteoporose.

A terapia de reposição hormonal estimula o bem estar, deixando a pele e o cabelo mais bonitos?

Verdade. A reposição hormonal melhora a elasticidade da pele e da mucosa. Além disso, o cabelo tende a ficar mais bonito e volumoso. Em geral, são mudanças sutis, embora perceptíveis pela própria paciente.

O tratamento de reposição hormonal pode provocar doenças cardiovasculares?

Depende. Se a mulher faz o tratamento quando está entrando no climatério, ele ajuda a diminuir a incidência de doenças cardiovasculares. Se já se passaram cinco ou sete anos da última menstruação e o tratamento é feito, o risco aumenta.

O tratamento reverte sintomas do climatério, como falta de libido e secura vaginal?

Verdade. A terapia hormonal é o mais eficaz dos tratamentos. É também amplo: melhora a pele, protege os ossos e o coração, além de diminuir a secura vaginal.

Podem ocorrer sangramentos durante o tratamento?

Verdade. Pode ser um efeito colateral do remédio, às vezes porque não se acertou a dose. É muito mais um problema com o medicamento do que com a paciente em si. Este tipo de tratamento costuma melhorar com o tempo de uso do medicamento.

A mulher que tomou pílula anticoncepcional por muito tempo vai demorar a entrar na menopausa?

Mito. O anticoncepcional não influencia na data de início do climatério.

Como posso entrar em contato e agendar uma consulta?

Você pode entrar em contato pelos telefones que se encontram no site ou pelo e-mail na aba “CONTATO”.

Agende uma
consulta

Agende agora sua consulta

0/5 (0 Reviews)