Correção de Cicatrizes

Cicatrizes que te incomodam?

As cicatrizes são sinais visíveis que permanecem após uma ferida estar cicatrizada, sendo um resultado inevitável de um traumatismo ou cirurgia, e a sua evolução pode ser imprevisível.

A má cicatrização pode contribuir para o surgimento de cicatrizes desfavoráveis. Mesmo uma ferida que cicatrize bem pode resultar numa cicatriz com uma aparência feia.

Cicatrizes que te incomodam?

As cicatrizes são sinais visíveis que permanecem após uma ferida estar cicatrizada, sendo um resultado inevitável de um traumatismo ou cirurgia, e a sua evolução pode ser imprevisível.

A má cicatrização pode contribuir para o surgimento de cicatrizes desfavoráveis. Mesmo uma ferida que cicatrize bem pode resultar numa cicatriz com uma aparência feia.

O que é?

O que é?

Consiste em uma cirurgia que busca melhorar a aparência de queloides, cicatrizes hipertróficas, alargadas, e discrômicas. Abaixo falaremos mais sobre elas, para lhe ajudar a identificá-las.

O objetivo da correção é proporcionar uma pele mais uniforme. E é recomendada apenas quando outros tipos de tratamentos não funcionam.

Para que casos é indicada?

A cirurgia de correção de cicatriz é indicada pelo cirurgião plástico em situações de defeitos na formação da cicatriz, que pode ser:

  • Quelóide, que é uma cicatriz endurecida, de crescimento acima do normal devido a uma grande produção de colágeno, e pode apresentar coceira e vermelhidão;
  • Cicatriz hipertrófica, que também é uma cicatriz espessa, devido ao desordenamento das fibras de colágeno, que podem ser mais escuras ou mais claras do que a pele ao redor;
  • Cicatriz retraída ou contratura, causa uma aproximação da pele ao redor, muito comum em cesarianas, abdominoplastias ou devido a uma queimadura, dificultando a movimentação da pele e de articulações próximas;
  • Cicatriz alargada, é uma cicatriz rasa e frouxa, com superfície mais baixa que a da pele;
  • Cicatriz discrômica, que causa uma alteração na cor da pele, podendo ser mais clara ou mais escura que a pele ao redor;
  • Cicatriz atrófica, em que a cicatriz fica mais funda do que o relevo da pele ao redor, muito comum em ferimentos e cicatrizes de acne.

O intuito da cirurgia é melhorar a aparência e uniformizar a pele, nem sempre garantindo o completo apagamento da cicatriz, e os resultados podem variar de acordo com a pele de cada pessoa.

Como é realizada?

O tipo de anestesia depende do procedimento que será feito, podendo ser local, com uma sedação leve ou geral.

A remoção cirúrgica da cicatriz é feita por meio de incisões em toda a extensão da mesma. Após realizar as incisões, o cirurgião retira toda a cicatriz. Realizam-se pontos internos absorvíveis e a parte externa pode ser feita com pontos intradérmicos (que ficam completamente escondidos dentro da incisão) ou pontos simples.

O procedimento costuma durar 30 minutos.

Cuidados

Após a cirurgia pode ser preciso usar pomadas, cremes ou mesmo compressão local, de acordo com a orientação do especialista.

Ao longo da primeira semana após a cirurgia, é orientado evitar atividades físicas intensas, e a exposição ao sol só está liberada após 30 dias, nunca se esquecendo do uso do filtro solar, mesmo após a completa cicatrização.

Para que casos é indicada?

A cirurgia de correção de cicatriz é indicada pelo cirurgião plástico em situações de defeitos na formação da cicatriz, que pode ser:

  • Quelóide, que é uma cicatriz endurecida, de crescimento acima do normal devido a uma grande produção de colágeno, e pode apresentar coceira e vermelhidão;
  • Cicatriz hipertrófica, que também é uma cicatriz espessa, devido ao desordenamento das fibras de colágeno, que podem ser mais escuras ou mais claras do que a pele ao redor;
  • Cicatriz retraída ou contratura, causa uma aproximação da pele ao redor, muito comum em cesarianas, abdominoplastias ou devido a uma queimadura, dificultando a movimentação da pele e de articulações próximas;
  • Cicatriz alargada, é uma cicatriz rasa e frouxa, com superfície mais baixa que a da pele;
  • Cicatriz discrômica, que causa uma alteração na cor da pele, podendo ser mais clara ou mais escura que a pele ao redor;
  • Cicatriz atrófica, em que a cicatriz fica mais funda do que o relevo da pele ao redor, muito comum em ferimentos e cicatrizes de acne.

O intuito da cirurgia é melhorar a aparência e uniformizar a pele, nem sempre garantindo o completo apagamento da cicatriz, e os resultados podem variar de acordo com a pele de cada pessoa.


0/5


(0 Reviews)

Como é realizada?

O tipo de anestesia depende do procedimento que será feito, podendo ser local, com uma sedação leve ou geral.

A remoção cirúrgica da cicatriz é feita por meio de incisões em toda a extensão da mesma. Após realizar as incisões, o cirurgião retira toda a cicatriz. Realizam-se pontos internos absorvíveis e a parte externa pode ser feita com pontos intradérmicos (que ficam completamente escondidos dentro da incisão) ou pontos simples.

O procedimento costuma durar 30 minutos.


0/5


(0 Reviews)

Cuidados

Após a cirurgia pode ser preciso usar pomadas, cremes ou mesmo compressão local, de acordo com a orientação do especialista.

Ao longo da primeira semana após a cirurgia, é orientado evitar atividades físicas intensas, e a exposição ao sol só está liberada após 30 dias, nunca se esquecendo do uso do filtro solar, mesmo após a completa cicatrização.


0/5


(0 Reviews)

Recomendações pré-operatórias

Remédio que interferem no processo de coagulação devem ser evitados por pelo menos duas semanas antes da cirurgia, aspirina é um deles. Evite fumar durante 15 dias antes e depois da cirurgia. Qualquer sinal de resfriado, gripe ou infecção deve ser avisado pelo menos uma semana antes da cirurgia.

Resultado

Após o procedimento cirúrgico, podem ser notados o inchaço e vermelhidão do local, por isso, o resultado do procedimento começa a ser visto apenas após algumas semanas.

A total cicatrização pode levar meses ou até 1 ano para se completar.


0/5


(0 Reviews)

Recomendações pré-operatórias

Remédio que interferem no processo de coagulação devem ser evitados por pelo menos duas semanas antes da cirurgia, aspirina é um deles. Evite fumar durante 15 dias antes e depois da cirurgia. Qualquer sinal de resfriado, gripe ou infecção deve ser avisado pelo menos uma semana antes da cirurgia.

Resultado

Após o procedimento cirúrgico, podem ser notados o inchaço e vermelhidão do local, por isso, o resultado do procedimento começa a ser visto apenas após algumas semanas.

A total cicatrização pode levar meses ou até 1 ano para se completar.

FAQ

Qual o tipo de anestesia utilizada para a cirurgia de correção de cicatriz?

Na maioria das vezes é feita a anestesia local, no entanto em casos de cicatrizes muito grandes, a anestesia local pode ser usada em conjunto com a sedação venosa.

Posso praticar atividades físicas?

Exercícios físicos devem ser evitados durante sete dias.

É necessário me afastar do trabalho? Durante quanto tempo?

Não é necessário que seja afastado do trabalho.

Após a cirurgia necessito fazer mais algum tratamento?

Dependerá do tipo de cicatriz retirada, em alguns casos é necessário que sejam feitos um ou mais tratamentos.

Quais são os riscos da cirurgia?

Como toda cirurgia, ela é invasiva e os riscos vão depender de como o organismo do paciente vai reagir. Porém, os riscos mais comuns são: sangramento (hemorragias), sensibilidade na pele, infecção, possibilidade um novo procedimento cirúrgico, entre outros. É muito importante que sentimentos negativos, de ansiedade e medo sejam discutidos com o seu cirurgião plástico.

Agende uma
consulta

Agende agora sua consulta

0/5 (0 Reviews)