Radiofrequência

Muitas pessoas procuram por tratamentos rápidos e efetivos que tem como objetivo reduzir a gordura localizada. A radiofrequência é o tratamento que muitas pessoas estão fazendo para se livrar dos incômodos do corpo, esse procedimento permite reduzir a gordura localizada e dar adeus àquelas celulites indesejadas.

Considerado um tratamento versátil na hora de cuidar da formosura do corpo e também do rosto, ele é utilizado para estimular o colágeno, além de aumentar o metabolismo celular, sendo indicado para tratamento de rugas, combate à flacidez, tratamento de celulite e por fim, combate à obesidade.

Muitas pessoas procuram por tratamentos rápidos e efetivos que tem como objetivo reduzir a gordura localizada. A radiofrequência é o tratamento que muitas pessoas estão fazendo para se livrar dos incômodos do corpo, esse procedimento permite reduzir a gordura localizada e dar adeus àquelas celulites indesejadas.

Considerado um tratamento versátil na hora de cuidar da formosura do corpo e também do rosto, ele é utilizado para estimular o colágeno, além de aumentar o metabolismo celular, sendo indicado para tratamento de rugas, combate à flacidez, tratamento de celulite e por fim, combate à obesidade.

O que é

O que é

A técnica age através da geração de calor no tecido embaixo da pele, que induz a produção de novas fibras de colágeno e melhora o aspecto da pele.

Dentre as indicações mais comuns para a radiofrequência, estão: melhora da flacidez da pele, redução de rugas, redução da celulite, tratamento de cicatriz de acne e estrias.

Como ela age

Na gordura localizada: O calor profundo, proporcionado pela radiofrequência, atua na célula de gordura, melhorando seu metabolismo, aumentando a oferta e a difusão de nutrientes, diminuindo o estoque de energia e contribuindo para a redução de seu volume.

Na celulite: A radiofrequência atua na inflamação causada pela celulite no tecido adiposo. Com a melhora da gordura localizada, um dos pilares para a formação da celulite, acontecerá a melhora do aspecto da celulite. Em adição, em técnicas em que o vácuo está associado o método funciona também como uma drenagem linfática, contribuindo para a redução de toxinas nos tecidos.

Produção de colágeno: O aparelho de radiofrequência aquece o tecido através da corrente elétrica, ocorrendo a produção da temperatura acima do normal, que gera a contração imediata e remodelação da fibra de colágeno e elastina já existentes. Após o tratamento observa-se o estímulo dos fibroblastos para produção de novo colágeno.

Como é realizado

Através dos aplicadores posicionados na pele, são realizados disparos de radiofrequência no local tratado. Após se retira o material aplicado e termina a sessão. O transdutor (ponteira) deve ser movimentado o tempo todo a fim de distribuir bem o calor por toda a pele.

Quem pode fazer no rosto

A radiofrequência é indicada para adultos saudáveis, com a pele sem feridas ou infecções que precisam eliminar desde as primeiras linhas de expressão que surgem por volta dos 30 anos, até as mais profundas.

Não é indicado para pacientes gestantes, com marca-passo, câncer ou metástase, artrite, pacientes menores de 18 anos, com próteses metálicas ou que possuam alguma doença dermatológica.

Como ela age

Na gordura localizada: O calor profundo, proporcionado pela radiofrequência, atua na célula de gordura, melhorando seu metabolismo, aumentando a oferta e a difusão de nutrientes, diminuindo o estoque de energia e contribuindo para a redução de seu volume.

Na celulite: A radiofrequência atua na inflamação causada pela celulite no tecido adiposo. Com a melhora da gordura localizada, um dos pilares para a formação da celulite, acontecerá a melhora do aspecto da celulite. Em adição, em técnicas em que o vácuo está associado o método funciona também como uma drenagem linfática, contribuindo para a redução de toxinas nos tecidos.

Produção de colágeno: O aparelho de radiofrequência aquece o tecido através da corrente elétrica, ocorrendo a produção da temperatura acima do normal, que gera a contração imediata e remodelação da fibra de colágeno e elastina já existentes. Após o tratamento observa-se o estímulo dos fibroblastos para produção de novo colágeno.


0/5


(0 Reviews)

Como é realizado

Através dos aplicadores posicionados na pele, são realizados disparos de radiofrequência no local tratado. Após se retira o material aplicado e termina a sessão. O transdutor (ponteira) deve ser movimentado o tempo todo a fim de distribuir bem o calor por toda a pele.


0/5


(0 Reviews)

Quem pode fazer no rosto

A radiofrequência é indicada para adultos saudáveis, com a pele sem feridas ou infecções que precisam eliminar desde as primeiras linhas de expressão que surgem por volta dos 30 anos, até as mais profundas.

Não é indicado para pacientes gestantes, com marca-passo, câncer ou metástase, artrite, pacientes menores de 18 anos, com próteses metálicas ou que possuam alguma doença dermatológica.


0/5


(0 Reviews)

Sessões e recomendações

Normalmente indica-se a realização mínima de 3 sessões, porém o número exato dependerá do objetivo a ser alcançado, da alteração apresentada e da resposta individual de cada paciente.

Na maioria dos casos, os resultados podem ser vistos logo após a 1ª sessão de tratamento e a radiofrequência deve ser aplicada com um intervalo de pelo menos 15 dias.


0/5


(0 Reviews)

Sessões e recomendações

Normalmente indica-se a realização mínima de 3 sessões, porém o número exato dependerá do objetivo a ser alcançado, da alteração apresentada e da resposta individual de cada paciente.

Na maioria dos casos, os resultados podem ser vistos logo após a 1ª sessão de tratamento e a radiofrequência deve ser aplicada com um intervalo de pelo menos 15 dias.

FAQ

Quais são os aparelhos de radiofrequência mais adequados?

Atualmente, existe uma gama de marcas e modelos de radiofrequência que atendem as necessidades da prática clínica. O mais importante é que o aparelho esteja regularizado na ANVISA e atinja as temperaturas desejadas durante a sessão em um curto espaço de tempo. Além do mais, algumas especificações são importantes, como a possibilidade de uso da manopla monopolar e/ou a de ajustar a frequências mais baixas para atingir tecidos mais profundos.

Qual o valor de uma sessão de radiofrequência?

Sempre refiro que falar de preço é um tanto quanto complexo em um país como o Brasil, com dimensões continentais e exorbitantes diferenças culturais e socioeconômicas, contudo, a estimativa dos valores de uma sessão, pode ser pensada a partir do valor de investimento do equipamento, com a hora de trabalho do profissional.

Existem contraindicações?

Esta técnica está contra-indicada em mulheres grávidas, em pessoas com pacemaker e nos casos em que a zona a tratar tenha algum tipo de material de preenchimento.

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões varia com o protocolo utilizado por cada médico. Normalmente, só se começam a visualizar resultados a partir da segunda ou terceira sessão, uma vez que as células demoram cerca de 30 dias a produzir colagénio de tipo I e 90 dias a produzir colagénio de tipo III.

Durante quanto tempo se mantém os efeitos?

A reafirmação do colagénio mantém-se e é evidente durante cerca de 18 meses, mas o processo natural de envelhecimento prossegue, pelo que, para conservar o grau de contração da derme e dos tecidos profundos recomenda-se uma a duas sessões de manutenção por ano.

Para informações de agenda, com quem posso entrar em contato?

Você pode entrar em contato pelos telefones que se encontram no site ou pelo e-mail na aba “CONTATO”.

Agende uma
consulta

Agende agora sua consulta

0/5 (0 Reviews)