Tricologia

Qualquer ameaça de perda ou dano aos cabelos gera nas pessoas preocupação e abalo na autoestima, justamente por ser um componente fundamental de identidade pessoal, além de envolver a beleza. Por isso, cada vez mais homens e mulheres procuram alternativas ainda pouco conhecidas, a tricologia.

O assunto recebe cada vez mais atenção de profissionais ligados à saúde e estética, além de reunir várias especialidades, como biomédicos, cosmetólogos, esteticistas, farmacêuticos, nutricionistas e médicos, que se unem para tratamentos eficazes e resultados cada vez melhores.

Qualquer ameaça de perda ou dano aos cabelos gera nas pessoas preocupação e abalo na autoestima, justamente por ser um componente fundamental de identidade pessoal, além de envolver a beleza. Por isso, cada vez mais homens e mulheres procuram alternativas ainda pouco conhecidas, a tricologia.

O assunto recebe cada vez mais atenção de profissionais ligados à saúde e estética, além de reunir várias especialidades, como biomédicos, cosmetólogos, esteticistas, farmacêuticos, nutricionistas e médicos, que se unem para tratamentos eficazes e resultados cada vez melhores.

Esse procedimento soluciona quais problemas?

Esse procedimento soluciona quais problemas?

Queda de cabelo, caspa, oleosidade do couro cabeludo e perda de cílios, estão entre os problemas que podem ser solucionados pela Tricologia, que é a área da ciência que estuda os pelos e cabelos.

Como funciona

Após consultas, o paciente passa por uma análise do couro cabeludo, que considera, inclusive, hábitos do cotidiano e particularidades que envolve genética e histórico do indivíduo. Com base em todas as informações e sintomas informados pelo paciente, é elaborado um diagnóstico preciso sobre a situação capilar do indivíduo. E assim, tratamentos são orientados.

Dentre eles: mudanças de hábitos, como alimentação adequada e alívio do estresse, aliados muitas vezes a recursos como lasers de baixa intensidade, carboxiterápicos e até aparelhos de microagulhamento cutâneo.

Como funciona

Após consultas, o paciente passa por uma análise do couro cabeludo, que considera, inclusive, hábitos do cotidiano e particularidades que envolve genética e histórico do indivíduo. Com base em todas as informações e sintomas informados pelo paciente, é elaborado um diagnóstico preciso sobre a situação capilar do indivíduo. E assim, tratamentos são orientados.

Dentre eles: mudanças de hábitos, como alimentação adequada e alívio do estresse, aliados muitas vezes a recursos como lasers de baixa intensidade, carboxiterápicos e até aparelhos de microagulhamento cutâneo.


0/5


(0 Reviews)

Para quem é indicada

As principais doenças relacionadas aos cabelos em que se atuam os profissionais de Tricologia, são:

Calvície masculina e feminina (Alopecia Androgenética)

A alopecia Androgenética, popularmente conhecida como calvície, é um problema que afeta homens e mulheres. Ela tem, como o próprio nome diz, uma predisposição genética e uma ação dos hormônios muito relevante.

Dentre os sinais para a rápida identificação da possível incidência da Alopecia Androgenética estão as conhecidas ‘’entradas’’, cabelo ralo (nas mulheres, quando o popular rabo de cavalo fica mais fino, por exemplo), e quando ocorrem com mais facilidade queimaduras solares no couro cabeludo, em função da diminuição dos cabelos.

Queda de cabelo (Eflúvio telógeno)

É mais comum em mulheres. Os fios telógenos, ou seja, aqueles fios que estão prontos para cair (pois existe um ciclo de nascimento, crescimento e queda dos cabelo) representam cerca de 10% em condições normais. No Eflúvio Telógeno ocorre um aumento desta porcentagem, que pode variar de 20 a 40%, sendo assim, o paciente apresenta uma queda importante do cabelo.

As causas podem ser diversas e devem ser pesquisadas para se fazer um tratamento adequado e individualizado. As causas mais comuns são Anemia, deficiência de vitaminas, estresse emocional e cirúrgico, uso de medicações, perda de peso excessiva em pouco tempo, entre outras.

As outras doenças são:

  • Caspa e seborreia;
  • Nutrição e estética capilar;
  • Recuperação de fios danificados.

0/5


(0 Reviews)

Para quem é indicada

As principais doenças relacionadas aos cabelos em que se atuam os profissionais de Tricologia, são:

Calvície masculina e feminina (Alopecia Androgenética)

A alopecia Androgenética, popularmente conhecida como calvície, é um problema que afeta homens e mulheres. Ela tem, como o próprio nome diz, uma predisposição genética e uma ação dos hormônios muito relevante.

Dentre os sinais para a rápida identificação da possível incidência da Alopecia Androgenética estão as conhecidas ‘’entradas’’, cabelo ralo (nas mulheres, quando o popular rabo de cavalo fica mais fino, por exemplo), e quando ocorrem com mais facilidade queimaduras solares no couro cabeludo, em função da diminuição dos cabelos.

Queda de cabelo (Eflúvio telógeno)

É mais comum em mulheres. Os fios telógenos, ou seja, aqueles fios que estão prontos para cair (pois existe um ciclo de nascimento, crescimento e queda dos cabelo) representam cerca de 10% em condições normais. No Eflúvio Telógeno ocorre um aumento desta porcentagem, que pode variar de 20 a 40%, sendo assim, o paciente apresenta uma queda importante do cabelo.

As causas podem ser diversas e devem ser pesquisadas para se fazer um tratamento adequado e individualizado. As causas mais comuns são Anemia, deficiência de vitaminas, estresse emocional e cirúrgico, uso de medicações, perda de peso excessiva em pouco tempo, entre outras.

As outras doenças são:

  • Caspa e seborreia;
  • Nutrição e estética capilar;
  • Recuperação de fios danificados.

FAQ

Para que serve a tricologia?

A tricologia estuda e encontra soluções para diversos distúrbios capilares que alteram a estrutura e o aspecto do cabelo, como queda e quebra dos fios, caspa, infecções e problemas no couro cabeludo.

 

Como é a tricologia no Brasil?

O Brasil sempre se destacou na área de tratamentos estéticos, e com a tricologia não é diferente. Devido à grande diversidade de tipos de cabelos dos brasileiros, os conhecimentos na área estão se aprofundando cada vez mais para atender a cada tipo de paciente com mais especificidade.

Para informações de agenda, com quem posso entrar em contato?

Você pode entrar em contato pelos telefones que se encontram no site ou pelo e-mail na aba “CONTATO”.

Agende uma
consulta

Agende agora sua consulta

0/5 (0 Reviews)